Fotografia do "Rio Cávado, no Gerês"

sábado, 12 de junho de 2010

Caminhada Camiliana 2010

Inserida nas Antoninas de Vila Nova Famalicão, no dia 10 de Junho realiza-se a Caminhada Camiliana, quer chova ou faça sol.

Esta foi a quinta caminhada...

Da Estação da CP de Famalicão até à Casa de Camilo, em Seide, uma marcha lenta e ilustrada dá vida ao escritor, marcando um trajecto efectuado por ele.

Vestidos a rigor ou simplesmente "caminhantes", a comitiva segue Camilo Castelo Branco, relembrando aquele que fez jus à Pátria e a Camões, no enriquecimento do património literário português.

Percorrendo as ruas centrais de Famalicão é efectuada a 1ª paragem nas portas de Seide, os cantares ao desafio fizeram eco e uma nuvem negra deixou cair a primeira chuvada - ainda bem que estávamos debaixo do viaduto da variante Famalicão-Braga. Mas a ameça tornou-se real e foi uma correria à procura de outro abrigo... debaixo do próximo viaduto - o da autoestrada  A3. Até o burro se riu...




E já perto da casa de Camilo, uma outra pausa, desta vez no Solar de Pouve, referenciado no romance de Camilo: "O Senhor do Paço de Ninães" - um rival nos amores do Senhor de Pouve...

Mas foi o "Lobisomem", representado pelo grupo de teatro amador camiliano "GRUTACA", que rivalizou com a chuva... a ver quem escorraçava mais!







Como o bigode de Camilo já se descolava e as damas arrastavam os seus vestidos encharcados... até o burro acelerou o passso até chegar a "Casa".

Já no Centro de Estudos Camilianos, foram sorteados os brindes das carnes "Primor", contemplando alguns dos muitos caminhantes. Eu fui uma das felizes premiadas: chouriço, salpicão e um prato de barro - nada mau... quando a fome já apertava.



2 comentários:

Valvesta disse...

Linda história amiga, as tradições, preservam a cultura de um povo,parabéns por dividir consco, obrigada. abrços.

S disse...

Não te vi ali vestida de dama antiga, entãoe?

Com que então o bigode do Camilo descolou-se? Eh eh1 :)

É uma bonita tradição...
Bjinhos, Lucyinha