Fotografia do "Rio Cávado, no Gerês"

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

A paz sem vencedor e sem vencidos...










(fotos no Santuário de Nossa Senhora da Paz, na Madeira) 



Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos
A paz sem vencedor e sem vencidos
Que o tempo que nos deste seja um novo
Recomeço de esperança e de justiça.
Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos

A paz sem vencedor e sem vencidos

Erguei o nosso ser à transparência
Para podermos ler melhor a vida
Para entendermos vosso mandamento
Para que venha a nós o vosso reino
Dai-nos

A paz sem vencedor e sem vencidos

Fazei Senhor que a paz seja de todos
Dai-nos a paz que nasce da verdade
Dai-nos a paz que nasce da justiça
Dai-nos a paz chamada liberdade
Dai-nos Senhor paz que vos pedimos

A paz sem vencedor e sem vencidos

Sophia de Mello Breyner Andresen






7 comentários:

Carolina Tavares disse...

Paz é o que queremos e precisamos sempre. Que seja assim todos os dias de 2013.

Um abraço do Brasil.
Carolina

José Gonçalves disse...

Passando apenas para deixar um obrigado pela partilha deste Portugal que tanta beleza encerra.

Um abraço e até sempre,

Eduardo Aleixo disse...

Belíssimo poema de Sofia. Bonita oração. Que assim seja. Que façamos a nossa parte. Abraço.

Lucília Benvinda disse...

Olá Carolina!

Que assim seja, a paz uma constante no nosso coração. Lembrando Jorge Amado, devíamos ter todos uma Teresa Baptista cansada de guerra!!! :-)
Um abraço e Bom ano de 2013.
Lucilia

Lucília Benvinda disse...

José Gonçalves,
Agradeço a estima que tem por este e todo o nosso Portugal.

Um abraço e até um dia destes.

Lucília Benvinda disse...

Eduardo, o poema é mesmo belo! Os teus também!

Cada um de nós a deitar um pouco de água na fervura e talvez consigamos um pouco mais de paz...

Beijo.

Vieira Calado disse...

Olá, como está?
Vejo que há muito que não publica.
Mas pode ver o que tenho no meu blog sobre o 25 de Abril de 2014.
E não esqueça o vídeo Portugal 2014.
Beijinhos!