Fotografia do "Rio Cávado, no Gerês"

terça-feira, 17 de maio de 2011

Praia fluvial de Adaúfe - Braga

Em dias que o calor aperta - já parece Verão - um rio aqui à mão até que dá jeito. E mais ainda quando a paisagem é maravilhosa... e o sossego de Maio ajuda.

As águas do Rio Cávado subiram bastante de nível, a água ficou gélida, a frescura das árvores, um ventinho gostoso, deixam mais leve o nosso pensamento e lavam a nossa alma.

Mas o rio nesta altura também está para peixe... é ver a quantidade de pescadores rio acima.

O pessoal entretém-se à moda tradicional e o espaço amplo convida ao jogo da malha. Meco abaixo! E toca a juntar os pontos todos e... meco de pé.

Só os grelhadores é que ainda sofrem da preguiça do Inverno. Bem, o café e as toilettes também... é que a época de banhos ainda não começou.

Os barcos dormem ao longe, nem a farta corrente os arrasta... são jovens, esperam pelas timoneiros de Verão, por aqueles que irão trazer os ventos de mudança...! 

Só um barquito velho, desgraçado, jaz como Portugal de momento: meio partido, meio afundado, à espera que o reciclem, que o icem totalmente borda fora. 

  

Belo espaço este para se meditar e para as crianças se espraiarem à vontade... enquanto Julho não chega!
Estes são os nossos recantos, refúgios de um Minho sempre verde!




4 comentários:

Carolina Tavares disse...

As fotos estão lindas e o lugar parece muito aprazível.

Campista selvagem disse...

Sempre ouvi afirmar que santos da casa...
Passo muitas veses ao lado,ou pela ponte,a caminho de terras de Bouro, Gerês,Corno de Bico, ou serra de Arga, e o cavado nunca me despertou atenção com ex da zona da ponte do Porto.
no entanto é bom lembrar o que temos á nossa volta.

Lucília Ramos disse...

Olá Carolina,

Obrigada pela visita. Realmente é um lugar bem aprazível. Nos meses mais sossegados de Verão reunimos a família e fazemos um piquenique convívio. É muito agradável.
Um bom dia para si.

Lucília Ramos disse...

Pois é, amigo campista, muitas vezes passámos perto e não reparámos na beleza do que está ao nosso alcance. Aliás, o rio Cávadotem muitas prais fluviais bem bonitas.
Um abraço.