Fotografia do "Rio Cávado, no Gerês"

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

2008 - Do Campo do Gerês à Ermida...

A Serra do Gerês (em galego, Serra do Xurés) é a segunda maior elevação de Portugal Continental. Tem no seu cume (Pico da Nevosa, na fronteira com a Galiza), e segundo folha do Instituto Geográfico do Exército, 1548 metros de altitude. Faz parte do sistema montanhoso da Peneda-Gerês

O maciço da serra do Gerês está incluído na área do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

O Parque Nacional da Peneda-Gerês, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (concelhos de Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa área total de cerca de 72 000 hectares.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Nacional_da_Peneda-Ger%C3%AAs





Num passeio nostálgico de 'duas manas'...


PÁTRIA

Serra!
E qualquer coisa dentro de mim se acalma...
Qualquer coisa profunda e dolorida,
Traída,
Feita de terra
E alma.

Uma paz de falcão na sua altura
A medir as fronteiras:
- sob a garra dos pés a fraga dura,
e o bico a picar estrelas verdadeiras...

Miguel Torga
Poema escrito no Gerês, gravado numa rocha da Pedra Bela)


Setembro de 2008

6 comentários:

Dennys Reys disse...

Não há nada mais belo que a natureza feita por Deus.

Maria Clarinda disse...

Não tenho palavras para a maravilha das tuas fotos ,acompanhadas pelo belíssimo poema de Miguel Torga...
Saio sempre daqui com mais uma lição e ...hoje não foi diuferente.
Jinhos mil

maria de fátima disse...

Olá Lucy eu adoro ver as tuas fotos do nosso Portugal tão belo.Beijinhos.

Eduardo Aleixo disse...

Fico sempre embevecido e como se regressasse a uma casa minha quando olho para a beleza da Natureza e quando leio o Torga. Obrigado. Beijos. Bom fim de semana. Eduardo

Multiolhares disse...

As fotos estão uma maravilha e esse local é por si um encanto para a alma
bj

Eduardo Aleixo disse...

Meio a murro. Quer dizer que não sou velho. Obrigado. Claro que não sou. Recebe um beijinho oriental meu. Kung Hei Fat Choi.
Eduardo