Fotografia do "Rio Cávado, no Gerês"

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Feira Medieval/Quinhentista... em Famalicão

Neste fim de semana, novamente, teremos Vila Nova de Famalicão em festa com mais uma realização da Feira Medieval. Faço conta de ir lá comer pão com chouriço e beber sangria...

Consultar aqui a descrição e programação para este ano:

http://www.cm-vnfamalicao.pt/_feira_medieval_e_quinhentista_famalicao_revive_momentos_da_historia




Relembrando a Feira Medieval de 2009:

Decorreu na Praça D. Maria II, de 30 de Abril a 3 de Maio, promovida pela Escola Profissional Cior.
http://www.cior.pt

Com cortejos e muita música medieval (ou aproximada):


23 comentários:

Eduardo Aleixo disse...

Gostei de te ver com a cara patuscamente alegre mergulhada na caneca : verdinho lá dentro?. O Zé preferiu a cena do banho medieval, porque foi ali, segredou-me ele, que viu, pela primeira vez, as pernas à dona da cantarinha e ficou embeiçado. Não vi a mana Nelinha nos doces nem nas iguarias.
- Mas como podias ver se nunca a viste em pêlo nem em foto? - proocou-me inteligentemente o Zé. Calei-me.
Mas gostei da Feira, sim. Gosto destas feiras medievais. Na minha terra também há. Acho que é este mês.
Uma bela e bem organizada reportagem tu fizeste, por temas. Só tenho de agradecer-te. E reiterar a minha admiração pelo teu talento. Um beijo para ti e para a mana.

Lucy disse...

Eduardo,

Essa do caneco não era eu. Mas que confusão que 'bosmecê' faz! Veja lá se adivinha quem é!? Olhe para os retratos, lá bem para o fundo desta página e, vai ver quem eu sou e quem não sou, homessa!
Mas digo-lhe: a sangria estava cá de 'trepar', cum caneco!!!

Mas, conte-me lá como o Zé viu as pernocas da Maria, se as únicas à mostra eram as dele!?
A Maria só segurou na toalha pr'a lhe limpar o 'lombo', home de Deus!
Será que o Poeta das Águas abusou da sangria, lá na Feira da sua terra, e está a ver tudo de pernas pr'ó ar?

Mas gosto sempre de o ver por estas bandas...
Já 'aceitei ser sua amiga' na música.

Aqui a fidalga foi assistir à antestreia nacional do filme "Star Trek" na Casa das Artes, aqui em Famalicão. Ainda venho com a cabeça a viajar pelo espaço... por isso, boa noite, vou continuar a sonhar...

Até amanhã.

Nela disse...

Oh Eduardo, eu estava sentada num banco medieval a beber um cervejola à maneira, e, também a comer uma fogaçazinha quentinha, que tal?

Não me viu, porque a mana escondeu a minha foto, vai se lá saber porquê? Mas, ainda bem, pois ía cá apanhar um susto ao ver-me!

Mas lá vai : (tossindo) sou mais ou menos assim para o parecido com a mana, talvez mais feia, ou mais magra, ou mais "marcada" na face, ou também posso ser distraída, silenciosa, cara fechada, olhe...nunca recebeu aquele mail sobre como somos e que é só clicar? Bem, vou mandar-lho e depois já sabe como sou, ok?

Beijo da mana Nela

Agulheta disse...

Olá Lucy.Gosto muito de ver estas feiras mediavais,é bom que os mais jovens tenham noção da história,como era antes!em guimarães costumam fazer todos os anos,já foi lá algumas vezes,e em Viana.Quanto à fotografa! está mais que aprovada.
Beijinho amiga

Nela disse...

Eduardo,
Soube agora via telefone fixo, que quem estava de cara tombada a zombar na caneca, era a minha pessoa!!!
Sou tímida, mas ando a tratar-me...é que gosto zumbar na caneca, ao contrário da mana que zumba pouco.
Não se esqueça de ver a minha foto que mandei, vai ver que não o enganei. Não "sou dessas", agora estou a zombar e não zumbar na caneca!
Vivam as festas populares, porque, mesmo eu sendo da realeza, só gosto é disto .... e vinho verde!

Até amanhã e não se esqueça de fazer o comentário à minha foto, fico à espera...

Nela disse...

Aqui vai e que só agora vi:
Eu sou a desesperada de blusa amarela a "bober" a cervejola! Cara patusca eu? Mas é que sou mesmo e modéstias à parte!!!

A mana estava de verde esperança, ela ainda sonha ficar verde, ao ver o passarinho verdaleijo que lhe couber como karma.

Como patusca que sou, já não posso sonhar, porque ninguém me leva a sério.

Beijo da Nelinha que não "trepa" nada, é só fumaça!

Maria de Fátima disse...

Olá Lucy eu adoro feiras medievais, já fui várias vezes à de Santa Maria da Feira.Beijinhos.

Eduardo Aleixo disse...

O que eu acho das manas fidalgotas é que são ambas bonitas e que gostei de vê-las. Uma, a da sangria , e que perdeu a cantarinha em cima do telhado por causa do Zé, já é do meu conhecimento. Gosto dela. A outra, de quem também gosto, a que gosta do pingarol e que diz que anda a aprender a trepar, é muito parecida com a outra, e só não partiu a cantarinha porque andou nos beijos roubados à socapa e teve medo do amor e das críticas do abade. Mas o que lá vai, lá vai. E todos nós devemos é viver o presente que é o presente que Deus nos deu e lavar as mágoas nas águas da ribeira em cujas margens tenho a minha cabana alugada ao Zé e à Maria da Fonte. A carta termina aqui. Com o Zé e a Maria vamos beber um maduro a regar os peixes que pesquei sozinho e triste enquanto as donzelas se divertiam na festa e não me combidaram. Zangado estou, e não mando beijos.

Lucy disse...

Lisa,

Pois eu nunca visitei a Feira Medieval em Guimarães e já me interrogava porque um espaço tão evidente como esse, do castelo, não ser palco destes eventos.
Mas descobri outra coisa, comprei o filme espanhol "Joana a Louca" e quase todo o cenário é o do Castelo e do Paço dos Duques, aí em Guimarães. Fiquei surpreendida. Parece que o estrangeiro valoriza mais o nosso património do que nós.
Bem, fico esperando outra Feira aí na tua terra.

Beijinho,
Lucy

Agradeço os comentários sérios e os comentários de brincar a sério. As manas 'fidalgas' não dão descanso ao Poeta nem ao moçoilo do Zé

Lucy disse...

Fátima,
Pois é, a Feira de Santa Maria da Feira é a maior e mais famosa da Europa - confirmaram-me os músicos "Hai-Luz" que têm andado por essa Europa toda.

Um beijinho para ti.

Lucy disse...

Nelinha e Eduardinho,

Agora fala a Maria da Fonte:

"Estas alminhas de Deus, num deixam a sangria assentar, botam tudo abaixo. Inté bou dedicar-lhes uma cançon, porque já bi que son pr'á borga, sinhores. Esta minhota Nelinhas é de raça, cum raio!? E o Poeta num quer deixar pro menos, bota-lhe pimenta em cima. Cuidado com os bossos fígados!!!"

Eduardo Aleixo disse...

Vê lá como falas, Maria,
Que é da tua cortesia?
Toma tino nessa língua
Nã bebas tanra sangria
---------------------
Hi,hi,hi,hi
----------------------
Prá Nelinha dos trepanços
Bai pra ela um beijinho
Deixa crescer teus cabelos
E bebe mais um berdinho
------------------
Hi,Hi,Hi,Hi,

Nela disse...

Eduardo pagodeiro,
Não deixo crescer os cabelos, porque a minha inteligência fica mais aguçada com eles curtos. Compridos, dão-me um ar de Barbie já passada das idades, o que só me faz safar de costas, correndo o risco de me saltarem ao cangote, pensando que tenho 18 aninhos!

Eu sei que sou fresca mana Cila, e, isso se deve ao poder dos meus cabelos...tal como Hércules. Ou era o contrário? Ou era Sanção? Bem...seja o que for, eu sou assim e nasci assim, "...Gabriela, és meus camarada ".

Para os camaradas aqui vão as minhas saudações, e, lutem muito, que a vida não se resume a "pingoletas"!

Até que eu gosto de uma boa risada, faz bem ao fígado e arredores...

Nela

utopia das palavras disse...

Olá Lucy

Sabes que aqui bem no sul, já perto de Marrocos, Faro (é só atravessar um pedaço de Atlântico) fazem-se muitas feiras medievais, aqui e em todo o Algarve, a feira de Castro Marim é fabulosa, O Festival Med de Loulé é exuberante e está a chegar a época delas acontecerem.
Mas parece-me também que em Mértola no dia 23 de Maio vai haver festa rija com a feira mediaval (espero não estar enganada com a data)e também espero lá estar, pode ser que encontre por lá o nosso Poeta das Águas e bebamos juntos uma caneca de tinto!

Não preciso estar referir que mais uma vez, fiz uma bela viajem por aqui.Obrigada!

Beijinhos

Eduardo Aleixo disse...

É só para dizer que não sabia a data da feira medieval de Mértola. Fiquei a saber. Não sei se poderei lá ir. Mas se for era engraçado conhecer lá a Ausenda. Nunca se sabe. A de Loulé não conheço. Mas já fui à de Castro Marim. Que é muito alegre. A de Mértola é muito arabesca. Com aquelas ruelas antigas cheias de tendas, nas encostas alcandoradas, até à mesquita( antiga ) e castelo. Ouvem-se, como nas terras árabes, os chamamentos em árabe para a oração. E, claro, não faltam os petiscos. Também seria bom que a Lucy lá fosse fazer uma reportagem e conhecer o sul. E a mana também. Não há impossíeis na vida.Fica na agenda. Despeço-me por agora. Abraço

Nela disse...

Eu faço-me de convidada, pois como diz o Eduardo : "não há impossíveis".
Não ande triste Eduardo, que faz mal à pele?! É sensível? Olhe, também eu.
Toque para a frente e viva o velho. E como velhos são os trapos, nós, os trepadores, ficamos congelados, até à eternidade...
Viva o sentido de humor e o amor também.
Obrigada "mano" por tudo que me deste! (canção das irmãs de Cristiano Reinaldo).

Beijinho ao Eduardinho e à maninha Cilinha e bom fim de semana.
Nela

Lucy disse...

Obrigadinha pela informação, Ausenda, e a ti, Eduardo, pelo convite de ida a Mértola. Até que bem gostava, mas vai ser difícil.

E não é que este blogue está de poetas e de loucos!? Então agora temos cantilenas de amigo, outras de escárnio ou maldizer... (fora os hi,hi,his!!!)
E, ainda mais, não é que me criaram outro blogue!? Cheguei tarde do Porto e, dou aqui com mais um blogue para eu gerir - e já com título e tudo. Quem seria o/a da gracinha?!

Que se acuse, aqui, o engraçadinho(a) - pois eu não tenho pachorra para mais blogues. E esta, heim?!

Fiquem bem,
amigos e manos do coração.
Somos todos irmãos
(- do Ronaldo, também.)
Pena não ter um cadilaque
ali mesmo no portão.

Boa noute.

Boa noite

Anónimo disse...

Olá, minha querida amiga da Internet, Bom dia!
É só mesmo para dizer bom dia e mandar um abraço apertado, mas sem estalar.Gosto muito di você. Do Gerinaldo também, faz falta gente atrevida...mesmo!
Desatou a chover forte. Que bom!

Hoje sou
Violeta.
Deu-me pra isto...
O meu computador tem a memória virtual mínima demasiado baixa, diz aqui em baixo, às vezes não dá para entrar no blog.
Agora chove fraco. Isto parece uma carta à moda antiga:)

Angel of Light disse...

Olá querida Lucy!

Nunca tive numa feira Medieval dessas, mas adorava ir... Já até andei vestida com trajes numa festa que a escola dos meus filhos realizou há já muito tempo. Os fatos foram todos feitos por mim e nem sabes o gozo que me deu. Até as crianças foram vestidas. Nessa altura ainda eram só dois pimpolhos. Mas sabes, querida, todo esse ambiente medieval me atraí de uma forma impressionante desde a minha infãncia. Fortes memórias de vidas passadas Lucy...

Beijinhos de Amor e Luz.

Anónimo disse...

Boa tarde,
Gostaria de saber se é possivel, obter algumas dessas fotografias
feira_medieval_2009@hotmail.com
Obrigada
a Organização

Lucy disse...

Minha amiga 'Violetera' - já estranhava não sentir o teu perfume por aqui. Sejas sempre benvinda (como eu!).

'Assopra' no teu computador, mulheri! Tu nã acreditas na magia?

Na próxima Feira Medieval vossemecê fica convidada p'ra 'bober' um caneco c'a gente.

Já provaste da fogaça?
Mando-te uma beijoca aqui das terras chuvosas do norte (mas só hoje é que choveu)

Lucy disse...

Dear Angel,

É isso, a gente acaba por tentar entrar no cenário e 'relembrar' outras vidas. A Maria da Fonte é que não gosta muito de se lembrar, acha que pertenceu sempre ao 'pobo' e como tal, nunca teve regalias nenhumas, a não ser mandar umas sacholadas no regedor.

Fica bem, amiga e volta sempre com a tua presença luminosa.

Lucy disse...

Organização da Feira Medieval,

Terei todo o gosto em ceder as fotos que desejarem. Responderei pelo vosso email.