Fotografia do "Rio Cávado, no Gerês"

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Contemplo o Lago...

Contemplo o lago mudo
Que uma brisa estremece.
Não sei se penso em tudo
Ou se tudo me esquece.
O lago nada me diz,
Não sinto a brisa mexê-lo
Não sei se sou feliz
Nem se desejo sê-lo.

Trêmulos vincos risonhos
Na água adormecida.
Por que fiz eu dos sonhos
A minha única vida?


Fernando Pessoa


7 comentários:

Valvesta disse...

MINHA PAIXÃO: PORTUGAL, CHEGO AQUI FICO UM TEMPÃO ENCANTADA,NAMORANDO, LINDO TEU BLOG,LINDAS IMAGENS... BOM FIM DE SEMANA,BJÃO.

S disse...

Ufa! Que lindo!

Bom dia!
*

Agulheta disse...

Querida Lucy! é um encanto as filmagens que mostras do nosso lindo Portugal,porque é lindo.
O Bom Jesus tem uma paisagem magnífica.
Beijinho bfs Lisa

Eduardo Aleixo disse...

O mesmo pergunto eu ao Bom Jesus do Monte, ó grande poeta Fernado Pessoa, o mesmo pergunto eu, no meu bote, no meio das águas, rodeado de verde, o mesmo pergunto eu...

Astrid Annabelle disse...

Lucy querida!
Lindo o seu Portugal!!!Lindo! Lindo!!!
Foi um passeio encantador pelas imagens...
Um dia ainda irei a Portugal e você me mostrará tudo isso!
Sinto-me grata!
beijo grande
Astrid Annabelle

utopia das palavras disse...

Pergunto se haverá mais belo que a poesia e esta água que nos dá altruísticamente...a vida!

Inveja desse lugar Lucy!!!!

Beijo e um cravo para ti

S disse...

"O projecto foi concebido para levar os poetas ao seu povo. Que o desiderato se cumpra. Oxalá!"

Oxalá!, repito.

Os poetas são os que melhor entendem a nossa alma, as nossas dores e alegrias, a condição humana, enfim. É preciso estar aqui para compreender e eles estão. Os grandes poetas são Mestres AQUI.

Sabes que amo cabelos brancos, não sabes?