Fotografia do "Rio Cávado, no Gerês"

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Percorro...


Percorro
no marulhar da praia deserta
os traços dos teus passos
sabe-me a sal
o ar que respiro
e lembro-me do teu corpo

suado
cálido de madrugadas
ardentes
balsámicas
perturbadoras
dementes
saio do risco dos traços
desvio olhares
horizontes perdidos
na voragem das horas
alcanço-te já tarde
na linha da maré
solitária está a praia
as últimas gaivotas
esvoaçam com alarido
e no esplendor dum abraço
duma traição
dum beijo
um supremo gemido.

Carlos d' Estrufe
In "Poemas 5 Inquietações" (Vila Nova Famalicão 2005)


Fotos da Póvoa de Varzim, Fevereiro de 2010

2 comentários:

Eduardo Aleixo disse...

Beijos salgados e carícias na pele da memória: belo, o poema.

S disse...

Lu, que lindo! A foto do cabeçalho é magnífica!


Beijinho. Boa noite

O fundo está cinzentinho, fica elegante~