Fotografia do "Rio Cávado, no Gerês"

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Marinheiro de Aventura com seus erros navegando...

Portugal só pode ser festejado com Camões, num poema de Agostinho da Silva e na voz de Ivo Machado.


Ivo Machado, um professor que sempre valorizou a Arte como um meio de ensino, se não o único.
Dando a conhecer aos alunos os nossos poetas e como eles podem ser ouvidos.
Um professor que não se ficou pelas 'operações de quebrados' - como diria Camilo C.B..
Fez da música (compositor), da poesia e do teatro, o alimento principal nas suas horas de convivência com o mundo escolar.
Mas esse tempo esgotou-se... o Ministério da Educação acaba com qualquer bagagem artística - só conhece a lengalenga das operações quebradas a um só ritmo.
Ivo Machado aposentou-se e apresentou no auditório da Fundação Cupertino de Miranda um recital em forma de aula, a sua última aula, onde homenageou Agostinho daSilva:




Marinheiro de Aventura com seus erros navegando...
Para ti, Ivo Machado, que foste um verdadeiro Descobridor!
O meu mais sincero apreço,
Lucília



E, ainda, de Agostinho da Silva: "Travesso Coração"

5 comentários:

Angel of Light disse...

Olá querida Lucy!

As crianças, as nossas crianças, bem devem ser cobertas de Amor e ser educadas da forma mais livre possível, coisa que não acontece nos dias de hoje. A escola sufoca-os! Os meus dois filhotes mais velhos (2º e 4º ano) estão estafados, estoirados, fartos e saturados da escola. A matéria é imensa... E pergunto eu: "Para que serve tanta coisa, se não lhes ensinam o principal: saber Viver!" Não lhes ensinam o que é o Amor, a Paz, o Respeito, a Compreensão, Compaixão,... mas sim a competição, o orgulho, a ambição, o poder,... É muito trsite. Como mãe de três lindas crianças de um novo mundo, tento dar-lhes em casa, o muito que falta na escola... porque quero que os meus filhos cresçam conscientes que, sem Amor, nada se faz, porque o Amor é a nossa verdadeira essência.

Vou agora ver os dois videos que colocas aqui.

Deixo-te muitos beijinhos de Amor e Luz em forma de borboletas prateadas.

Eduardo Aleixo disse...

Obrigado pela partilha, Lucy. Admiro muito Agostinho da Silva. Estou mais ligado a ele do que a Camões. Mas ambos, Grandes. E ambos, quem os lembra? Mas é uma lei da vida...Boa noite e bom fim de semana.

Lucília Ramos disse...

Angel,

A escola está em mudança, é uma questão de tempo e toda esta estrutura de ensino cairá caduca.

Por isso, não me admira nada que os alunos sejam cada vez mais revoltados e insatisfeitos.

Agora, os pais é que têm de ser permeáveis e deixarem contruir a ponte entre o velho e novo sistema de ensino (que está ai prestes a rebentar).

Beijinho para ti e para os teus três lindos querubins.

Lucy

Lucília Ramos disse...

Eduardo,

Ninguém fica indiferente a Agostinho da Silva e ainda bem.

Beijo de bom dia!
Lucy

Branca disse...

Ler sobre este Senhor Ivo Machado lembrou-me do que li sobre S. Francisco Xavier, que no Oriente ensinava as crianças a rezar cantando.Parece que os superiores hierárquicos dele não concordavam lá muito. Em vez de dizerem as orações, as crianças aprendiam a cantá-las.
A Arte de ensinar sem enfadar...
* * * um abraço estrelado